Como o Mercado de Brindes deve se Preparar para o Final de Ano

Pois é, meus caros amigos, apesar da situação econômica a qual nosso país se encontra ainda é preciso se preparar para a troca de presentes no final do ano, afinal de contas, isso não pode faltar. Tradição é tradição, né? Os clientes podem estar cercados de dívidas, mas eles vão comprar alguma coisa para presentear quem se ama, ou amigos, amigos secretos e etc., não importa quem e qual a classe social, sempre acaba comprando pelo menos um presentinho.

Pensa comigo: se dentro de casa o ‘ritual’ já é forte, uma tradição por assim dizer, imagina só com as empresas? As empresas, atualmente, também estão preocupadas em dar presentes, distribuindo agrados para conquistar e fidelizar os clientes nessa época que é tão especial. Por esse motivo, o mercado e as empresas precisam aprender como lidar com essa sede de presentes que os clientes vão ir no final do ano.

Não acredita que brindes podem fidelizar clientes e te atrair mais lucro? Conheça algumas das vantagens de brindes no final do ano!

O mercado de brindes corporativos se agita no final do ano, porque é a época em que as empresas intensificam ainda mais as encomendas de produtos personalizados para oferecer aos clientes, fornecedores ou funcionários. De acordo com o site “Diário do grande abc”, os últimos seis meses do ano costumam responder 70% das vendas.

Calendários, canecas, bolsas, pastas e chaveiros são os produtos mais vendidos nessa época. O que temos que pensar antes de colocar algo para vender é o planejamento, o design thinking de toda a coisa, para conhecer bem o cliente e não errar, principalmente nesse momento em que o país está numa imensa crise é importantíssimo que as empresas e o mercado conquiste novos clientes. O fim do ano é uma ótima oportunidade para fidelizar os clientes, conquistar novos e se comunicar com eles, sabendo o que eles acham de tudo isso e de cada coisa que a empresa pode oferecer.

Fatos e números:

Quando se dá a largada para as compras? Quando o décimo terceiro cai na conta dos 23 milhões de pessoas que, juntas, totalizam mais de nove bilhões de reais. Esses números são de 2010, imagine só agora que cerca de 38,6 bilhões de pessoas, segundo o site economia.ig.com.br, estão empregadas com carteira assinada? Realmente podemos esperar um grande BUM na economia neste ano.

 

Dicas:

Este momento, meses antes do final do ano literalmente, é o momento ideal para observar e planejar as ações promocionais do seu site e de sua empresa e comercio e ficar sempre um passo à frente da concorrência. Para isso, trabalhe no conteúdo de seu site, modernize-o, deixe-o mais fácil para os clientes, para que eles possam entrar e entender o que acontece, o site é a porta para o mundo da sua loja e do seu comércio.

Crie promoções, o que não significa para dar seus produtos de graça, não é isso, mas é que para se destacar no meio de dezenas de centenas de empresas, você precisa ter um diferencial, certo? Ofereça algum tipo de benefício, reserve um espaço especial no site para elas, explique bem o que você está oferecendo e deixe uma mensagem carinhosa para os clientes, eles amam ler coisas como: “Não estaríamos aqui se não fosse por vocês também! ”, e essas coisas.

Você precisa começar a divulgar seu trabalho também, no começo as coisas parecerão difíceis, mas depois de algumas divulgações, a divulgação maior começa a ser feita de boca em boca e você não precisará de muita coisa. Não basta que você tenha bons produtos se ninguém os conhecer.

Graças ao Mark Zuckerberg precisamos pagar para nossas páginas crescerem, mas um anúncio para compartilhamento de promoção vale muito a pena no facebook, principalmente se ela tiver a linguagem do público que você procura atingir, nada de coisas difíceis, nada de coisa complicada demais, sabe? O seu público tem que entender o que você quer passar implicitamente e explicitamente.

Certifique-se de que você oferece a maior quantidade possível de formas de pagamento, isso também é um grande diferencial e compensa tanto para os clientes quanto para os vendedores, assim, eles não perderão nenhuma venda e poderão fidelizar os clientes. Mas assim, de nada adianta aceitar até lavar os pratos como forma de pagamento se o valor for exorbitante, as pessoas simplesmente não vão querer comprar, mantenha a qualidade mas mantenha um valor acessível.

Para o seu site: monitore o tráfego, as ferramentas do google disponibilizam informações como quanto tempo a pessoa ficou no seu site, de onde ela é, quantos anos ela tem, por onde ela acessou, entre outras informações mais detalhadas, o que faz você poder analisar melhor o seu público alvo e saber como atingi-los. Por exemplo: se você analisar as informações do seu site e ver que a maioria das pessoas está vindo pelo Facebook, você consegue entender que um anúncio, uma promoção, algo vinculado ao Facebook te traria melhores resultados, ao mesmo tempo, te mostra que você pode investir em anúncios no Yahoo e no Google, por exemplo, porque o índice de aceitação deles é baixo.

Com todas essas dicas e informações, você pode conseguir chegar a um resultado antes não imaginado, isso porque atualmente com o pouco você pode se inovar e renovar seu jeito, sua empresa e seus funcionários.

Pense sempre na imagem que você quer passar, até as cores importam! No inverno, as pessoas usam paletas frias nos anúncios e nas propagandas, no verão, usam paletas mais quentes, no final do ano, usam também o vermelho, já porque associamos ao papai noel e tudo mais, se você colocar o papai noel também na sua propaganda, além de atrair os adultos, pode atrair as crianças, é por isso que algumas lojas investem em velhos barbudos nas portas dando pirulitos, oferecendo fotos, porque enquanto a criança se diverte os pais entram na loja para gastar.

Design Thinking para marketing promocional

Como abordar o cliente de uma forma boa, lógica e com fundo empresarial passando por “Design Thinking”, podendo ser aplicado em inúmeras ocasiões.

 

O que é o “design thinking”?

Bem, literalmente falando é um design pensado, mas é preciso entender o termo em inglês como o pensamento que existe por trás do projeto, o que faz a sua marca ser única, o que faz ela ser sua, o que faz ela atrair clientes mais do que outra e ainda sim ser maior e melhor, o que faz ela poder escolher seus preços e ainda ter clientes? Tudo isso depende de um Design Thinking, porque uma marca não é nada sem um design.

 

Basicamente, para entender a trabalhar com Design Thinking você precisa entender três valores que são pedestais: empatia, colaboração e experimentação. Basear-se nesses valores significa não trabalhar por trabalhar, mas mudar o modelo mental e o físico de trabalho, levantando da cadeira, indo para rua, ouvir o outro, mais importante ainda: ouvir os clientes, e claro, arriscar e experimentar.

 

A empatia tem que ser vista não só como uma palavra, mas um estilo de vida, praticamente, ela é muito falada e pouco praticada e isso preciso ser mudado. Segundo o dicionário Aurélio [2011] empatia (subs. Fem.) significa: A capacidade de pensar igual a outra pessoa, ou de modo semelhante ao dela, de modo ao compreendê-la ou compreender a ideia que ela quer passar. Ou seja, compreender a perspectiva psicológica do outro como se fosse a sua.

 

Colaboração: bem, a palavra fala por si só, né? Significa pensar conjuntamente, multidisciplinarmente para que o nosso pensamento se multiplique. “Duas cabeças pensam melhores que uma”, não pensam? Então, imagine várias pessoas pensando e tendo ideias conjuntamente?

 

Experimentação: significa sair do campo de conforto, das ideias ser aquele que LBC, sabe? Que Levanta a Bunda da Cadeira e faz alguma coisa. Colocar a ideia a prova, testar, ver os erros, anotar e melhorar!

 

O que você faz com os erros?

Como foi visto, um dos principais conceitos da proposta é a experimentação. Por isso, é essencial conhecer a fundo tudo o que precisa ser solucionado. O que você faz com os erros? Você aprende com eles, e nunca mais erra nas mesmas coisas se você estiver realmente aprendendo com todos eles.

A premissa do Design Thinking gira em torno de ter empatia com o consumidor para entender o que ele quer, para entender suas decisões de compra. Uma boa sugestão é pensar nas pessoas apenas como figuras e deixar de lado o seu perfil de potencial cliente durante a criação das estratégias.

Teste sempre que possível suas ideias

Os erros são considerados elementos fundamentais no processo de criação. Depois de encontrar novidades possíveis com buscas e pesquisas, comece a trabalhar com experimentações porque quando tomar essa decisão você tornará seu negócio um negócio bem-sucedido.

Crie sempre protótipos de novos produtos e serviços para validá-los diante do público e do mercado. Dessa maneira, a proposta pode ser analisada a partir de diferentes perspectivas com um retorno muito eficiente, é necessário considerar todos os tipos de retornos, porque até mesmo as críticas são necessárias e essenciais na construção de uma ideia. Entenda que todo o processo funciona como uma contribuição para alcançar os modelos ideais que resultariam o melhor resultado final.

Para que o Design Thinking obtenha os resultados desejados, é necessário desafiar os padrões, fazendo coisas que antes não eram imaginadas mas com qualidade ou até que eram imaginadas, mas que ninguém conseguia colocar em prática.  Quer ver? Um exemplo de Design Thinking que foi muito bem pensado e funcionou na prática é o case da marca havaianas. Com quase seis décadas e meia de crescimento exponencial contínuo, a marca procurou a IDEO para ajudar na sua extensão para a categoria nova que é a de bolsas, que compartilhasse o simples prazer e ousadia das suas sandálias.

Para que isso fosse possível, começaram a imaginar como esses acessórios seria, buscou-se capturar a essência da marca ao entender sua conexão tão forte com a identidade brasileira. Após isso, procuraram entender quais eram as expectativas do produto, o resultado foi no mínimo, diferente e com a marca Havaianas.

 

Implemente a solução

A realização do projeto faz parte da última parte da abordagem. O grande segredo está em perceber que seu produto vive em constante processo de desenvolvimento, afinal de contas, não é numa primeira vez que o produto ficará perfeito e, as coisas evoluem a cada momento, então, precisamos estar juntos em constante evolução e desenvolvimento.

Nossas ideias podem ser melhoradas diversas vezes, por isso a prática do Design Thinking vai muito além das grandes marcas. Independentemente do segmento de mercado e do tamanho da sua empresa, a criação de novidades, brindes e coisas assim, já que sua ideia pode ser melhorada com a junção de vários fatores ao longo do tempo.

O Design Thinking está cada vez mais presente no mercado atual, caso você não tenha conhecimentos sobre este assunto, você pode perder diversas oportunidades de fazer com que seu negócio fique mais atual e tenha a cara da atualidade. A abordagem do Design Thinking busca sempre solucionar os principais problemas dos consumidores, desenvolvendo produtos ou serviços extremamente necessários.

O maior segredo está em pensar mais do que os outros e diferente dos outros, usando empatia e todos os outros dois pilares do Design Thinking, pensando fora da caixinha para revolucionar; tendo sempre em mente que o serviço funciona de modo colaborativo e depende de várias etapas para etapas para impactar positivamente sua área de atuação.

Em quais segmentos e em quais tipos de empresa eu posso usar o design thinking?

A vantagem é essa: não precisa ter nenhum tipo de segmento específico para isso, é só você aderir, a criação de novidades por meio do método pode trazer inúmeras vantagens. Trazendo o conceito para a equipe de vendas você verá inúmeras diferenças e transformações. A sua relação com o cliente mudará completamente depois do Design Thinking, porque impulsiona o relacionamento com o cliente de forma intensa e duradoura.

A intenção do Design Thinking é ser do cliente para o cliente e com uma qualidade melhor do que o esperado. A satisfação dos clientes vai acontecer por meio da imersão completa dos produtos oferecidos em seu universo. Afinal, as abordagens são extremamente humanizadas com uma série de utilidades para todas as áreas do negócio.

Bolsa térmica Personalizada

Uma bolsa térmica é a salvadora da pátria, a salvadora do mundo. Por quê?

Porque nela você pode colocar coisas quentes ou frias e ainda assim elas não estragarem. Os lanches resistem mais ao calor evita que a comida acabe estragando.

Já no caso dos gelados, dos sucos, a dica é preencher a garrafa que, também deve ser térmica com o liquido até a tampa. Por quê? Porque isso prolonga a vida útil do suco, afinal, ele não terá muito contato com o oxigênio, nem com a luz e, a bolsa térmica faz com que você consiga manter a temperatura por mais tempo.

Uma outra dica é que você pode fazer em dias de muito calor com sua bolsa térmica: por exemplo, você vai para praia, vai levar suco, congele pedaços do suco nas caixinhas de gelo e jogue dentro da garrafa, vai fazer com que o suco esteja sempre gelado e concentrado.

Iogurtes, queijos, frios, requeijão e qualquer outro alimento que precise de refrigeração e que venha do leite, precisam ficar de fora da bolsa térmica nesses dias.

Para prolongar o efeito da bolsa térmica, o aconselhado quando o assunto são coisas geladas é colocar uma bolsa térmica de gel congelada dentro da bolsa maior, em contato com os alimentos, assim, ela preservará ainda mais a temperatura dos alimentos.

Por que escolher uma bolsa térmica?

Transportar alimentos requer um cuidado redobrado, principalmente quando são alimentos que necessitam de conservação de temperatura.

Se os alimentos que vão ser transportados e não podem ficar muito tempo fora da geladeira a bolsa térmica é a solução! Elas são flexíveis e quando o alimento terminar, você pode dobrá-la e guardá-la, muito mais prático do que um cooler, né?

E outra, é uma coisa que todo mundo quer ter e se não quer é porque ainda não conhece, essa bolsa térmica é algo que é extremamente útil e tem uma vida útil bem grande se for cuidada direito.

Você pode fidelizar ainda mais os seus clientes caso essa bolsa térmica seja personalizada, por quê? Porque o cliente vai se sentir especial e único, vai se sentir pensado somente nele e vai querer comprar e ser cliente teu porque você fez a diferença na vida dele. Afinal, a bolsa térmica entra no design thinking porque não é um “presentinho”, não é uma “lembrancinha”, é muito mais do que isso e, foi muito bem pensado antes de ser aderido por qualquer empresa.

Existe uma empresa de peças automotivas chamada MAHLE, todo final de ano eles enviam para seus funcionários um peru e uma bolsa térmica; o peru é usado na ceia e a bolsa térmica fica de lembrança. “Mas só de lembrança”? Não, a cada vez que vão sair eles levam ela, porque além de ser útil, ela é linda. Essa pessoa que eu conheço que trabalha lá, trabalha há mais de dez anos e todo ano fica extremamente ansioso para conseguir a bolsa térmica. As primeiras não existem mais, porque já fazem tempo, mas ele tem umas cinco, isso porque todo mundo que vê pede pra ele dar de presente.

De que é feito a bolsa térmica?

Numa maioria, as bolsas térmicas são feitas de materiais sintéticos, como nylon, plásticos e isolantes, como o poliuretano. A diferença entre as bolsas é a espessura dos materiais que, quanto maior, mais tempo mantem a temperatura interna da bolsa.

Por quanto tempo uma bolsa térmica é capaz de conservar o alimento?

Todas as bolsas, independente do tamanho, tem a capacidade de manter a temperatura interna, porém, se você ficar abrindo e fechando toda hora, ela vai mudando seu clima térmico e o clima externo ajuda demais a segurar (ou a prejudicar) a temperatura.

 

Dicas:

– Para ter um melhor aproveitamento, você pode colocar nos espaços que sobraram um pano ou papel, no fundo da bolsa, afim de que circule menos ar e você possa usufruir ainda mais das vantagens de ter uma bolsa térmica.

– Por mais que elas sirvam para armazenar alimentos quentes ou frios, eles não devem ser misturados, porque o que estiver quente esfriará, como já era previsto, e o frio esquentará. Se for gelado, apenas gelado, ele pode ficar armazenado em até dez horas, já se for quente cinco horas é o máximo.

O poder do marketing promocional

Esses são apenas alguns dos motivos para você optar pela bolsa térmica como parte de uma estratégia de marketing. Como podemos ver, a cada noite que dormimos e acordamos uma nova empresa está sendo aberta, precisamos fidelizar nossos clientes com coisas boas e com bons presentes, com os quais elas vão usar posteriormente e não algo para ser pego e jogado na gaveta ou deixado em cima da mesa. Você só vai se destacar nesta competição acirrada se tiver algum diferencial.

Como é sabido, o marketing promocional impulsiona as vendas quando o cliente se vê impactado pela lembrança da marca e pelo pensamento de que a empresa pensa com carinho naquele cliente em especial. Fornecendo agrados e itens para serem usados no dia a dia e não algo que ele nunca vai usar.

Isso, sem falar o que acontece quando outras pessoas veem os brindes ganhados por X loja, isso faz com que a divulgação aconteça de boca a boca de uma forma mais pessoal e próxima dos futuros clientes. Não tem uma pessoa que não goste de ganhar uma bolsa térmica assim que a vê. A bolsa além de ter o nome da empresa a cada ano tem uma estampa diferente, o que faz o cliente, mesmo depois de tanto tempo, querer continuar ganhando as bolsas.

Faça seu orçamento de bolsa térmica personalizado aqui no Portal Bríndice! Temos diversas opções de formatos e modelos, que vão atender perfeitamente a sua necessidade, o seu plano de marketing!

Tenha um ótimo produto de acordo com o seu custo benefício. Pesquise e compare, a Bríndice te ajuda a encontrar o brinde perfeito para a sua ocasião!

Sacola de Papel Personalizada

Desde pequenos nas escolas somos ensinados de que podemos e devemos salvar o nosso mundo, que ele está em perigo e em risco e que as coisas não podem mais continuar como sempre são. Podemos fazer várias coisas para ajudar nosso planeta que vem sofrendo constantemente com os danos que o próprio ser humano causa ao usar produtos que poluem o planeta, ao ele mesmo poluir o meio ambiente.

Uma das coisas que podemos fazer e trazer para o nosso dia a dia para diminuir esses danos é a utilização de sacolas biodegradáveis, já que elas demoram apenas 18 anos para se decompor na natureza, em contrapartida a outra sacolinha que usamos geralmente demora mais de 100 anos para se decompor, por esse motivo, as sacolinhas biodegradáveis acabam se tornando uma alternativa melhor e sustentável já que não deixam nenhum resíduo prejudicial ao meio ambiente.

As sacolinhas que são biodegradáveis são fabricadas com materiais que se decompõem sob condições de luminosidade, umidade e oxigênio específicas, entre eles: resinas de amido (do milho, mandioca ou batata), como o ácido poliláctico (PLA) que são naturais de fontes renováveis; plástico; papel; materiais orgânicos ou policaprolactona (PCL). Essas sacolas, ao entrar em contato com o solo, passam por uma transformação e são degradadas por micro-organismos.

Mas fora isso, quais são outras as vantagens de uma utilização dessas sacolas?

  • As sacolas biodegradáveis são recicláveis e podem ser reutilizadas antes de iniciar a sua degradação;
  • Elas podem ser fabricadas a partir de plásticos reciclados;
  • Após serem descartadas, elas podem ser destinadas para a compostagem;
  • Ao se decompor, produz água, gás carbônico e biomassa, um excelente adubo para o solo;
  • Devem ser separadas na coleta seletiva assim como os plásticos convencionais;
  • São sacolas testadas, seguras e aprovadas para o contato com alimentos;
  • Não emitem metano (gás poluente) em sua degradação;

Entretanto, a biodegradação e compostagem do plástico ocorrerá da maneira correta usando estas sacolas forem destinadas a usinas de compostagem, pois nessas usinas as condições de temperatura, umidade e luz são adequadas e há micro-organismos suficientes para que a degradação ocorra.

O que se sabe é as sacolas de plástico prejudicam tanto nosso meio ambiente que quando são jogadas em lixões e aterros, junto com as condições que esses ambientes propiciam, gera uma biodegradação anaeróbica, onde ocorre a liberação do gás metano que contribui cerca de 20 vezes mais para o efeito estufa do que CO2 gerado na biodegradação aeróbica.

Ainda, de qualquer forma, essa é uma das melhores opções para se diminuir a poluição do meio ambiente, de uma forma que nem você nem terceiros, nem a sua empresa seja responsabilizada por algum dano permanente no meio ambiente.

No ano de 2011 entrou em vigor em alguns estados uma lei que determina a utilização de sacos ecológicos que causam menos impacto ao meio ambiente. O problema é que esses sacos são mais caros do que as sacolas comuns, tanto que em alguns supermercados e lugares eles vendem as sacolas ou pedem para seus clientes levarem sacolas grandes de pano para colocarem os produtos.

Diante da demanda do mercado por empresas com postura ambientalmente responsável, a indústria da embalagem teve de repensar seus meios e valores. Neste cenário, um recurso relativamente antigo foi valorizado: a sacola de papel.

Agora você pode pensar em adotar esse tipo de embalagem para seu negócio. O que acha? Quais são os benefícios e quando você deve recorrer à praticidade deste produto.

Quando usar sacola de papel em seu negócio?

O papel pode passar diversas mensagens aos seus clientes, como que você se importa com o meio ambiente, isso porque tecnicamente falando na indústria que trabalha com o papel quase nada é desperdiçado. Duvida? Todos nós sabemos que o papel é feito com árvore, certo? E o que acontece com as folhas e os galhos? Eles são usados como adubo. As cascas podem formar biomassa, de forma a aproveitar o poder calórico do material na geração de energia e vapor para alimentar o parque fabril.

Sacolas e sacos de papel são, geralmente, fechados com cola de origem vegetal, à base de amido de milho ou de mandioca. Esse material uma excelente resistência às embalagens, fazendo com que elas suportem uma boa quantidade de peso.

Vale lembrar que é necessária uma quantidade muito menor de energia para reciclar sacolas de papel se comparado às versões de plástico. Na natureza, elas representam uma ameaça muito menor à fauna, flora e recursos hídricos.

Você mostra também que você deseja segurança e busca por inovação, isso porque as sacolas de papel podem ficar de pé, lembrando uma caixa e o risco de acidentes domésticos é muito menor do que o com sacolas de plástico. O papel permite a incorporação química de algumas substancias que podem melhorar a conservação dos produtos.

Você pode comunicar a sua imagem, imagem da marca para as sacolas. Cerca de 80% dos produtos lançados no Brasil saem do mercado em dois anos, de acordo com uma pesquisa da AC Nielsen. Isto se deve, principalmente, à falta de apoio do marketing, aos poucos benefícios para o consumidor e à ausência de inovação. Nestes três quesitos, a embalagem pode ser um elemento decisivo. Isso porque quando o cliente compra algo ele está comprando um kit: o tratamento, o produto, a embalagem, a história da empresa. Ele não está apenas comprando um produto, ele está levantando ainda mais a sua empresa e fazendo com que ela continue no mercado.

A embalagem é uma das melhores formas de comunicação que um produto pode ter. Com a ajuda de links QR Codes, ela pode até se integrar à internet e ganhar um novo potencial de interatividade. Juntando o antigo com o novo, agregando o útil ao agradável você pode colocar a sua empresa no meio da internet também com uma coisa que vai fazer bem ao mundo inteiro e vai fazer bem a sua empresa.

Uma sacola de papel personalizada é muito mais bonita do que uma de plástico personalizada, por ser mais rígida, a sacola de papel oferece uma nova camada de sofisticação ao seu produto. No mercado de moda, isto é ainda mais evidente: observe as maiores marcas do mundo e os tipos de embalagens que elas usam, e outra, como foi dito e ensinado em todos os outros parágrafos, ela faz muito melhor ao meio ambiente.

Necessaire Personalizada

Segundo o dicionário, o significado de nécessaire vem do francês e significa ‘necessário’. Como o nome mesmo já diz e como nós sabemos, podemos juntar os dois e chegar a conclusão de que a pequena bolsa é utilizada para carregar aquilo que é mais necessário para o dia a dia, seja em qualquer ambiente: trabalho ou faculdade, casa do amigo, namorado ou até no barzinho.

Dividiremos esse post em duas partes, a primeira parte falará sobre o (sim, é uma palavra no masculino) nécessaire de uma mulher e depois, o de um homem, não que seja uma comparação, mas ambos podem e devem usar nécessaires, se eles forem personalizados a pessoa vai usar ainda mais com gosto.

As pessoas acham que só porque homem é homem ele não pode se cuidar ou ter um nécessaire, mas o século 21 vem quebrando esses paradigmas e esses preconceitos mostrando que um homem pode sim ser vaidoso e os homens, cada dia a mais, vem aderindo a essa nova moda.

Ter um nécessaire, nos dias atuais que você não sabe aonde vai estar daqui a cinco minutos é essencial, isso porque você pode guardar nela itens básicos ou objetos úteis para estar prevenido contra algum imprevisto.

Não se pode ter qualquer um nécessaire, mas sim um que caiba na sua bolsa e um que comporte o peso e o espaço das coisas que você pretende guardar nela. Um bom tamanho é o médio, porque ali você conseguirá guardar tudo o que for necessário e ainda sobrará espaço na bolsa.

Uma coisa que é importante é que, o nécessaire tenha divisórias ou algum compartimento externo/interno para guardar itens menores e facilitar a organização, poupando tempo na hora de procurar os itens.

Para mulheres:

Não é necessário carregar todos os itens de maquiagem dentro do nécessaire, até porque não caberia, não é mesmo? Carregue apenas os mais básicos e os que você mais usa, se tiver a oportunidade de compra-los em tamanhos menores é melhor ainda. Se você precisa de dicas para montar o seu nécessaire, continue conosco, daremos algumas dicas:

  • Coloque protetor solar, afinal de contas, este é um item indispensável para qualquer pessoa. Ainda que você não vá ficar exposto ao sol, o seu uso é obrigatório, ele te protege caso você fique tempo demais na frente do computador, por exemplo.
  • Coloque um pequeno rolo de papel higiênico, nunca se sabe quando vamos precisar ir em banheiros públicos que, na maioria das vezes, não tem papel higiênico. É sempre bom andar prevenido.
  • Leve sempre um lápis de olho dentro do nécessaire, o que era uma maquiagem de trabalho pode se tornar em dois passos uma make para festas ou um happy hour.
  • Também leve sempre o batom de sua escolha para deixar no nécessaire, sempre que comemos o batom precisa ser retocado, então, tenha sempre por perto o batom que você está usando para manter a make sempre em tempo.
  • Toda mulher pode ser pega de surpresa pelo nosso amiguinho: útero. Então, leve sempre absorvente e protetor diário dentro da nécessaire para salvar você de qualquer perrengue “daqueles dias”.
  • Lenços umedecidos: São ótimos para remover a maquiagem em qualquer lugar. Existem lenços umedecidos em embalagens com tamanhos menores, específicos para a mulher carregar na bolsa.

Nos compartimentos menores ou dentro de bolsos internos e externos da seu necessarie, coloque itens menores e que não fazem muito volume. Algumas sugestões:

  • Remédios: Para salvar aqueles dias de cólica, dor de cabeça e de estômago, tenha sempre alguns remédios dentro da sua nécessaire.
  • Amarrador de cabelo: Quando os fios soltos não colaboram, ter um amarrador de cabelo de elástico ou silicone pode ser a salvação.

PARA HOMENS:

Às vezes, para um homem, o nécessaire é mais necessário do que para a mulher. Por quê? Porque são tantos os compromissos durante o dia que fica difícil parar em casa, por isso, assim como as mulheres, os rapazes precisam ter sempre alguns itens de higiene, beleza, entre outros.

Se a sua agenda é cheia, você sai de casa de manhã e só volta à noite, com certeza, sem dúvidas, uma nécessaire mudará a sua vida. É preciso apenas se atentar no que você realmente vai usar, pois não adianta lotar a nécessaire apenas para fazer volume e peso.

  • Se for para o trabalho, como você carregará a sua nécessaire todos os dias é imprescindível de que ela contenha escova, pasta de dente, fio dental, protetor solar, desodorante e um hidratante para as mãos. Por quê tudo isso? Porque aonde ele for ele pode dar um trato e uma geral no visual como se tivesse acabado de chegar no trabalho ou no destino, seja ele qual for.
  • Se você for o caso do homem que malha depois do trabalho, além de tudo o que foi dito acima, inclua: sabonete, shampoo, condicionador e talco. Porque vai por mim, ninguém merece homem fedendo a suor aonde quer que ele vá.

 

DICAS CORINGAS:

Você pode colocar também no bolsinho de fora da sua nécessaire suas chaves, portanto, certifique-se de que você está sempre com as chaves por perto. Deixe por perto também, nos bolsos exteriores seus documentos, é necessário que se leve sempre consigo alguma forma de identificação pessoal, porque nós nunca sabemos quando haverá a necessidade de provar a sua identidade, e outra coisa, caso aconteça algum acidente com você ou você passe mal, as pessoas precisarão saber quem você é, com documentos essa identificação é possível.

Para ser mais cuidadoso com a sua saúde, você pode levar também álcool gel para usar depois de sair de transportes públicos e lugares mais sujos, podendo assim evitar a transmissão de doenças virais.

Já deu para ver como os necessaires são importantes, né? Se uma empresa mostra que quer cuidar do seu cliente e dá uma para ele, ele vai se sentir além de importante, uma pessoa cuidada. Ele vai querer procurar mais sobre essas coisas e como ele pode usar de forma proveitosa a sua nécessaire.

Se o nécessaire vier personalizada então, nossa! Vai ser uma loucura, todo mundo vai querer uma, e essa é a chance de usar o design thinking, fazendo uma coisa bem pensada e atraindo os clientes tantos pelos produtos vendidos na loja e empresa quanto pelos produtos que vocês podem oferecer como brindes.