Arezzo promete recolher peças feitas com peles de animais

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Após revolta nas redes sociais, marca de calçados e acessórios femininos não pede desculpas, mas decide retirar coleção polêmica de todas as lojas do Brasil

Na última quinta-feira, 14, a Arezzo — considerada maior marca de varejo de sapatos femininos da América Latina — lançou a coleção PeleMania, com calçados, bolsas e echarpes com peles de raposa e de coelho, lã de ovelha e couro natural. Não durou nem uma semana.

Desde que a série de produtos passou a ser divulgada, a grife brasileira foi alvo de protestos incessantes nas redes sociais. Até a publicação desta reportagem, por exemplo, a hashtag #Arezzo continuava em primeiro lugar nos Trending Topics do Brasil no Twitter (ranking de assuntos mais comentados do site).

Até que, nesta segunda-feira, 18, às 15h26, a empresa comunicou por meio de seu perfil no Facebook que “por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais”, está recolhendo de todas as suas lojas do Brasil “as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas”. A Arezzo, porém, não pediu desculpas no informe, e afirmou que as matérias-primas dos sapatos e adereços da coleção são “devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão”.

“Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa”, diz o comunicado da empresa. A homepage do site da Arezzo não apresenta nenhum esclarecimento sobre o tema. Segundo a própria organização, sua receita líquida no ano fiscal encerrado em setembro de 2010 foi de R$ 395 milhões.

Leia abaixo o informe completo da Arezzo no Facebook:

Prezados consumidores,

A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios.

Por isso, vimos por meio deste nos posicionar sobre o episódio envolvendo nossas peças com peles exóticas – devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão.
Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa.

Um dos nossos principais compromissos é oferecer as tendências de moda de forma ágil e acessível aos nossos consumidores, amparados pelos preceitos de transparência e respeito aos nossos clientes e valores.
E por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo em todas as nossas lojas do Brasil as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas.

Reafirmamos nosso compromisso com a satisfação de nossos clientes e com a transparência das atitudes da Arezzo.

Atenciosamente,
Equipe Arezzo

Fonte:M&M online

Deixe uma resposta