As Regras Modernas do Marketing

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Com a mudança das estruturas sociais e das formas de comunicação, os procedimentos de marketing e vendas também necessitam de atualização para serem inseridos no novo contexto econômico mundial.

Antes, quando o foco das empresas estava voltado para a geração de necessidades do público, era o fabricante quem definia o produto e o preço. Atualmente, a nova estrutura de mercado aponta para a valorização de cada indivíduo-consumidor, com suas características únicas, obrigando os fabricantes a adaptarem seus produtos e meios de vendas às exigências do público consumidor. É por isso, que a customização de produtos tornou-se uma tendência mundial, e as empresas que pretendem alavancar seus negócios precisam investir em novas estratégias de vendas, baseadas nos mais modernos paradigmas do marketing.

Por muitos anos, as regras de marketing eram baseadas na teoria dos “4 P’s”: Produto, Preço, Ponto de venda e Promoção. As regras atuais são diferentes e substituem os 4 P’s pelos 4 C’s. Cliente, Custo, Conveniência e Comunicação tornaram-se os pilares das vendas. Um dos grandes adventos responsáveis por essa mudança foi o acesso mundial aos computadores e à internet, permitindo que os consumidores pautassem suas escolhas pela conveniência e custo. É por isso que, atualmente, grandes empresas com visão moderna de mercado investem, fortemente, em seus meios de comunicação on-line e no chamado marketing de relacionamento, cujo conceito baseia-se na integração dos clientes com a empresa desde o projeto até o desenvolvimento de processos industriais e de vendas. Ou seja, trata-se de uma estratégia de negócios que visa construir pró-ativamente relacionamentos duradouros entre a organização e seus clientes, contribuindo para o aumento do desempenho e de resultados sustentáveis da empresa.

São muitas as ferramentas usadas para esse tipo de atividade. Thiago Cabrino, especialista em planejamento estratégico e marketing e colunista do Portal do Marketing, afirma que “com o redirecionamento do foco para o relacionamento, as organizações deixaram de lado a questão do marketing de transações, isso porque não visam mais realizar vendas rápidas, mas sim efetuar um contato maior com o consumidor, torná-lo verdadeiramente um cliente”.

Com essa prática, as empresas devem ser organizadas para planejarem estratégias com a segurança de contar com um público fidelizado. Além disso, usar as novas tendências de marketing a favor da evolução da marca é uma das maiores qualidades da empresa moderna.
Jornalista: Talita Quirino

Deixe uma resposta