Branding. Andam falando por aí…

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A reputação de uma empresa pode ser o seu ativo mais valioso. Desde o momento da conquista, à fidelização de um cliente, a boa imagem é essencial, algo intrinsecamente ligado a qualidade dos serviços e produtos oferecidos e de um relacionamento em que o consumidor consiga reconhecer o valor da marca que sempre confiou. Na era da informação, em que o poder colaboracionista das redes sociais pode impactar espantosamente a vida de uma companhia, é preciso gerir com maestria a boa, ou má, fama que se constrói.

Uma vez que compromete o lucro, impacta a concorrência, atrai – ou repele- mais consumidores, a reputação de uma empresa pode ser considerada um ativo tangível. Por isso, o gerenciamento da imagem desta se torna vital para o negócio, algo que pede um sólido plano de negócios, alinhado a estratégias mais assertivas. Dalton Pastore, CEO da Corpora – BR, empresa com foco na reputação corporativa com ações de branded content e brand experience, explica que as principais empresas e corporações do mundo tratam da reputação de maneira profissional, "Com apoio de inteligência estratégica especializada", diz. "As corporações precisam hoje em dia alinhar o corporate value que oferecem a sociedade, com os anseios de seus stakeholders e seu plano de negócios. Em um assunto tão fundamental como reputação, não há espaço para improvisações", conclui.

Também não há espaço para as falhas dentro das redes sociais. Com o poder de disseminar, e rápido!,as informações de qualquer empresa, saber manejar as críticas e elogios é essencial a manutenção da boa reputação. "Na era da informação e do conhecimento que estamos vivendo, a alternativa muitas vezes segura e confortável do "low profile" não está mais disponível. Todo mundo tem uma opinião sobre todas as corporações e tem meios de multiplicar esta opinião", afirma Pastore. "As empresas estão dedicando esforço e recursos ao gerenciamento de sua reputação simplesmente porque isso é vital para seus negócios. Vale muito dinheiro", completa.

Quem também está atenta à reputação nas mídias sociais é a equipe da Whirlpool. José Júlio Pereira, presidente de manufatura, serviços ao consumidor, peças e qualidade da companhia na América Latina, explica que o monitoramento das redes é preocupação constante da marca. "Nós monitoramos ativamente as citações às nossas marcas e sempre buscamos o diálogo. Nosso foco é atender aos desejos e às necessidades dos nossos consumidores, seja na escolha de um novo produto, ou no atendimento pós-venda", diz Pereira. "Em busca disso, investimos continuamente em inovação, qualidade e comunicação com o nosso público. A boa reputação no mundo digital é resultado de uma postura transparente e receptiva, que permita o aprendizado constante", conclui.

A responsabilidade é de todos

A quem compete a responsabilidade de gerir a imagem de uma empresa? Isto depende só do departamento de comunicação? Para a diretora de relações institucionais da Basf, Gislaine Rossetti, é preciso repassar os valores da marca para toda a equipe, de modo que isto a reputação seja reflexo do bom funcionamento interno da companhia. "Acreditamos que todos os nossos colaboradores são embaixadores da marca Basf. Para isso, temos o trabalho de engajamento deles por meio de ações de comunicação interna, além da capacitação de líderes como porta-vozes de comunicação, unificando as mensagens-chave da companhia", explica.

Fonte: ClienteSA

Deixe uma resposta