Confiança do consumidor apresenta forte queda em junho

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A confiança do consumidor mostrou queda expressiva em junho. O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor registrou 110,1 pontos, uma queda de 3,5% na comparação com maio de 2013 e de 2,2% na comparação com junho de 2012.

O INEC é o menor desde junho de 2009, ainda quando o levantamento era realizado trimestralmente (o INEC passou a ser divulgado mensalmente em março de 2010).

Todas as variáveis utilizadas no cálculo do INEC se reduziram, tanto na comparação mensal quanto na comparação com junho de 2012.

O INEC mostra grande aumento da preocupação com a evolução do desemprego nos próximos meses. O índice de expectativa de evolução do emprego recuou 8,9% na comparação com abril (queda no índice representa aumento do pessimismo com a evolução da variável). Com a queda, o índice passou a registrar o menor valor desde junho de 2009. Mais da metade (52%) dos entrevistados acredita em elevação do desemprego nos próximos meses, ante 41% em maio. O índice recuou 5,1% na comparação com junho de 2012.

Aumentou também o pessimismo com relação à evolução dos preços. O índice de expectativa de inflação recuou 3,2% na comparação com maio e 7,0% na comparação com junho de 2012. Mais de dois terços dos entrevistados esperam aumento da inflação. O otimismo com relação à evolução da renda também diminuiu. O índice recuou 1,1% na comparação com junho e 1,5%, reflexo do aumento da parcela de entrevistados esperando queda em sua renda.

As perspectivas otimistas com relação as compras de bens de maior valor também se tornaram mais restritas. O índice de compras de maior valor recuou 3,6% na comparação com maio, refletindo uma queda do percentual de entrevistados que pretendem aumentar suas compras desses bens nos próximos meses. O percentual que pretende reduzir suas compras aumentou.

Em junho, os resultados também mostraram pior avaliação dos consumidores sobre a sua situação financeira e a evolução de seu endividamento. O índice de situação financeira recuou 3,0% na comparação com maio e 1,2% na comparação com junho de 2012 enquanto o índice de endividamento se reduziu 1,8% na comparação com maio e 0,9% em 12 meses.

Fonte: Cidade marketing

Deixe uma resposta