Consumidor gasta mais na rua 25 de Março do que em shoppings

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

SÃO PAULO – O consumidor está gastando mais na rua 25 de Março -famoso centro de compras popular da cidade de São Paulo-, do que em shopping centers, aponta pesquisa sobre hábitos de consumo elaborada pela TNS.

De acordo com o levantamento, as pessoas deixam, em média, R$ 193,45 ao comprarem na rua de comércio mais famosa do Brasil. Já quando consomem em shoppings, o gasto médio é de R$ 140, uma diferença de 38,18%.

Consumidores de todas as faixas de renda compram na Vinte e Cinco e arredores, sendo que o tíquete médio por faixa de renda é o seguinte: R$ 598,63 para a classe A, R$ 198,06 para a B, R$ 137,67 para a C e R$ 49,35 para os consumidores da classe D.

Dinheiro: o preferido

O dinheiro é a forma de pagamento preferida para quem costuma comprar na rua 25 de Março, utilizado por 77% das pessoas que responderam à pesquisa. Em seguida, está o cartão de crédito, utilizado por 15% dos consumidores. Cheque e boleto bancário respondem por apenas 1% da preferência cada.

No que diz respeito aos produtos, as pessoas gastam mais ao comprarem brindes (R$ 167), perfumes e cosméticos (R$ 160,87), tecidos para roupas (R$ 157,88) e embalagens (R$ 155,77).

Roupas infantis, artigos de cama, mesa e banho, lingeries e panelas vêm em seguida, com R$ 128,32, R$ 121,24, R$ 113,06 e R$ 108, respectivamente.

Com menos de R$ 100 ficam os artigos de decoração (R$ 83,66), artigos de papelaria (R$ 80,44), utensílios domésticos (R$ 76,23), artigos descartáveis (R$ 71,55) e meias (R$ 48,80).

Números

A 25 de Março recebe cerca de 400 mil pessoas por dia, chegando a um milhão de consumidores no período natalino. A região compreende 2.500 metros de extensão, sendo 350 lojas e 3 mil stands em shoppings, galerias e prédios espalhados por 18 ruas. Além disso, a região possui 2 mil camelôs (74 legalizados) e 150 guardas civis na fiscalização.

Fonte: UOL Notícias

Deixe uma resposta