O brinde na forma de conceito

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O brinde, além de objeto de desejo, atribui conceito à marca.

Com o mercado de consumo cada vez mais exigente, as empresas especializadas em brindes e produtos promocionais sofisticam e adaptam suas linhas de produtos para atender as expectativas de seus clientes, que buscam, além de qualidade, peças que expressem o conceito de uma marca.

Na decisão de compra, as empresas devem avaliar que um brinde de pouca qualidade pode afetar sua imagem. O sócio proprietário da Artelaser, Murilo Alexandre Fendrich, empresa fornecedora de serviços aos fabricantes de brindes, afirma que “os consumidores de hoje têm consciência de que um brinde de má qualidade pode afetar a imagem da empresa perante os clientes. O que se percebe no mercado interno é a introdução de novos valores, e o fator preço não é mais o que decide o fechamento ou não da compra. Avalia-se a qualidade, o design e a personalização dada aos brindes”.

Considerando que o brinde tem a função de criar uma sólida relação comercial entre cliente e empresa, o setor tem realizado alto investimento em inovação, criando novos formatos de produtos, materiais com responsabilidade ambiental e novas texturas, sempre com o intuito de fazer o produto remeter à marca um conceito sólido e positivo.

Outro ponto muito importante do brinde é o valor emocional que ele agrega à marca, já que é considerado um objeto de desejo. Além de apresentar a sua devida utilidade, que é um fator importantíssimo, a peça tem de vir atrelada ao bom gosto, modernidade e, principalmente, ao afeto.

As empresas, mais do que nunca, estão entendendo a importância de sempre serem lembradas, não somente em datas festivas, mas o ano inteiro. Por isso, o investimento em brindes de alta qualidade, modernos, inovadores e, principalmente, úteis, oferece à marca um conceito de excelência, sempre valorizado pelos clientes.

Por Socci Comunicação

Deixe uma resposta