O design de embalagem como ferramenta de marketing

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Enquanto algumas empresas dispõem de um departamento com vários profissionais competentes e verba disponível para investir em posicionamento diante do cliente, outras não têm a mesma sorte – nem porte que seja rentável a ponto de tais investimentos, e muitas vezes não sabem buscar alternativas para colocar sua marca frente ao consumidor de forma inovadora.

No mercado, especialmente de varejo, a última chance de o cliente decidir por uma marca em detrimento de outra é no ponto de venda. Com isso, muitas empresas optam por um aspecto gráfico semelhante ao líder do segmento, chegando até a conquistar (momentaneamente) um consumidor que esteja distraído, com pressa ou que compre pela cor da embalagem. Uma busca por amido de milho, por exemplo, mostra pelo menos seis embalagens – de empresas diferentes – todas seguindo a mesma linha da Maizena: caixa amarela, texto em preto e uma ilustração. Por experiência própria, posso dizer que realmente na pressa dá pra confundir.

No entanto, enquanto muitas empresas acham que apostar em parecer uma “cópia barata do concorrente” é lucro, existe outro lado que, além de cair como um diferencial, já funciona como uma estratégia de marketing: o design da embalagem. O primeiro aspecto em que o design contribui na tomada de decisão do cliente é tornando a embalagem forte, assim chama a atenção para o produto.

Depois, uma peça bem trabalhada pode levar o consumidor a se interessar por conhecer outros produtos e até mesmo a própria empresa – via website, por exemplo. Citando somente alguns.

As pessoas têm uma ideia que produtos com embalagens elaboradas são mais caros, de empresas maiores, porém muitas vezes não abrem mão de pagar mais caro por essa percepção de qualidade que algumas embalagens imprimem. O fato é que a embalagem, para quem consome, não é um elemento desvinculado do produto que ela contém. Dessa forma, o consumidor enxerga aquilo como um todo e, quanto mais interessante e inteligente for a relação entre a parte estética e a funcionalidade – aplicação dos textos, informações obrigatórias e etc, mais coeso e, por consequência, bonito aquele produto parecerá.

Assim, para empresas que não têm grande porte e nem recursos destinados à propaganda do seu produto, fazendo ações diferenciadas nos pontos de venda, campanhas em mídias diversas, esse cuidado com a embalagem pode trazer grandes retornos. É, através do design, se tornar grande aos olhos do cliente.

Fonte: O Melhor do Marketing

Deixe uma resposta