O retorno da Devassa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Paris Hilton volta à cena na segunda fase da campanha, dirigindo um caminhão com o logo da marca

Meses depois do lançamento da primeira campanha de Devassa Bem Loura – cujo filme foi tirado do ar pelo Conar sob a alegação de ser apelativo e de desrespeitar a figura feminina, a cerveja do grupo Schincariol volta à TV com a segunda fase da ação. O novo comercial é mais uma vez estrelado pela socialite americana Paris Hilton, que aparece dirigindo um caminhão vermelho com o logo da marca pela orla de Copacabana.

Coincidentemente, na mesma noite em que o filme começou a ser veiculado na TV brasileira, na sexta-feira 27, Paris foi detida por porte de entorpecentes em Las Vegas, nos Estados Unidos, junto de seu namorado. A polícia local encontrou uma quantidade não divulgada de cocaína no automóvel em que o casal estava. Os dois foram encaminhados para um centro de detenção e soltos na manhã seguinte, após pagarem fiança. Em sua defesa, a socialite alegou que a droga não era dela e responderá ao processo em liberdade.

"Nossas pesquisas do primeiro filme indicaram um awareness muito grande da campanha. Seria um desperdício de dinheiro e de recall mudar drasticamente a linguagem, por isso continuamos com a mesma protagonista, a mesma trilha e até alguns elementos do comercial anterior", diz Augusto Cruz, sócio e presidente da Mood, sobre o filme – que foi gravado nas últimas três semanas no Rio de Janeiro e em Los Angeles (EUA).

Apesar de toda a polêmica em torno do comercial que lançou a cerveja, Cruz garante que não há motivos para o mesmo acontecer com a nova peça, batizada de "A Volta". "A chance para que isso aconteça é zero. Fizemos um filme à prova de Conar", garante, com bom humor.

Segundo Luiz Claudio Taya, diretor de marketing do Grupo Schincariol, a ausência na mídia durante o período da Copa do Mundo foi estratégica. "Nessa época, o foco fica muito em cima dos patrocinadores do evento", afirma. Ele classifica o novo momento da campanha como um pico de exposição da marca, que, ainda em 2010, segundo a empresa, deve se tornar umas das cinco maiores geradoras de receitas para a companhia. Os investimentos em marketing para Devassa Bem Loura devem bater na casa dos R$ 100 milhões neste ano.

A estratégia de distribuição do produto continuará a mesma, focada nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, que concentram boa parte do mercado nacional e onde, segundos pesquisas da Schincariol, a campanha inicial alcançou um recall de 92% entre o público consumidor. "Não adianta querer vender em todos os lugares. Estamos monitorando a entrada do produto nos pontos de venda e criando o desejo no consumidor em experimentar a Devassa Bem Loura", explica Taya.

Por Jonas Furtado

Fonte: M&M Online

Deixe uma resposta