Três institutos de pesquisa apontam para a ascensão dos dispositivos móveis

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Smartphones e tablets são os meios de predileção dos consumidores
que acessam redes sociais

Marketing digital, mobile marketing, comunicação digital. Diferentes nomes apontam para a mesma tendência, que, de um lado, está chamando atenção dos institutos de pesquisa, e de outro, está servindo de alerta para as agências de comunicação e anunciantes que necessitam de informações a respeito do comportamento do consumidor, considerando que são cruciais na hora de tomar decisões estratégias dirigidas para públicos específicos.

De acordo com o IBOPE Media, a demanda por dados é tão grande que o instituto criou o Mobile Report, que vai traçar, mensalmente, um perfil completo do usuário de smartphone e seus hábitos. Em fevereiro de 2013, os dados apontaram para as redes sociais como a categoria mais acessada pelos respondentes da pesquisa (78,8%), ficando o e-mail com 75,9%, notícias com 57,9% e músicas com 47,4%.

Outro destaque aponta para 13% dos entrevistados que declararam ter realizado alguma compra via mobile – um indicador de mudança de comportamento, pois, há aproximadamente dois anos ou mais, as pessoas tinham medo de fazer compras até por meio de computadores tradicionais. Entre os que fizeram compras por meio de smartphone, 19% adquiriram itens eletrônicos e 12%, eletrodomésticos. A compra de aplicativos, ingressos (cinemas, shows etc) e moda, no entanto, foram os mais citados com 37%, 27% e 22% respectivamente, sendo que 53% dos participantes usam o meio para comparar preços em lojas on-line.

Além de pesquisar os hábitos do consumidor, o estudo Mobile Report mostra quais dispositivos móveis os brasileiros estão usando. O sistema operacional Android é o mais comum, citado por 59% dos pesquisados, seguido pelo iOS com 9%. O estudo ainda aponta para uma informação importante: os pesquisados declararam prestar atenção nos anúncios que vêm ao acessar a internet pelo smartphone. Em fevereiro, os cupons de desconto foram os que mais chamaram a atenção, com 40%, seguidos por promoção relâmpago (28%) e promoção de geolocalização (24%).

Um estudo do site SocialBakers mostrou que 66% das postagens feitas no Twitter que falam sobre marcas partem de plataformas móveis, como smartphones e tablets. O levantamento considerou mais de 500 mil posts mencionando marcas na rede social em março de 2013. Dessa parcela, 44% dos usuários utilizaram o Twiiter para iPhone, enquanto os adeptos das plataformas Android somaram 20%. Já os que ‘twittaram’ a partir de um dispositivo Blackberry somaram 11%.

De acordo com dados levantados pelo IVC (Instituto Verificador de Circulação), o número de acessos às páginas da internet por meio de dispositivos móveis quebrou recordes em janeiro de 2013 ao chegar à marca de 106 milhões. O IVC mesmo passou a incluir os acessos das plataformas mobile em seus relatórios. Desde então, o instituto verificou um crescimento de 1.000% nas visitas às páginas via mobile, enquanto desktops e notebooks registraram 32% de aumento.

Na mesma medida em que os dispositivos móveis ficam mais acessíveis, ou melhor, à medida que o preço dessas plataformas diminui, pode-se perceber que um número cada vez maior de usuários está comentando, compartilhando e interagindo com marcas nas redes sociais. A partir dessas tendências, os anunciantes iniciaram uma série de providências para conquistar o máximo de resultados desses canais. Daqui para frente, as marcas que otimizarem seus links para essas plataformas, monitorarem os canais, analisarem o melhor momento para engajar seus seguidores, responderem prontamente os questionamentos do público, com certeza, estarão up to date com as novas mídias e saberão definir suas estratégias acertadamente.

Por Elisabeth Guimarães – Grupo Bríndice
Fontes:
IBOPE Media
IVC
Blue Bus (SocialBakers)

Deixe uma resposta