Ações promocionais auxiliam na retomada das vendas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

necessidade da venda precisa vencer a sensação de incerteza, dando lugar a uma atmosfera sustentável, possível de acontecer e na contramão à retração do consumo

Só em 2011, o setor de marketing promocional movimentou R$ 39,6 bilhões em ações que têm por objetivo ativar, impactar e envolver o consumidor diretamente no ponto de venda. Essas ações, via de regra, geram um retorno positivo para as marcas que decidem investir nesse tipo de estratégia, já que, por meio das agências especializadas em promoção, conseguem despertar, de maneira criativa e planejada, num curto espaço de tempo, sensações e percepções não conhecidas pelos consumidores, motivando-os a experimentar, participar de promoções e, assim, comprar mais.

Dessa forma, é importante observar que, ao contrário do que se pensa, o investimento em marketing, sobretudo nesse tipo de ação de impacto direto sobre as vendas, é de extrema importância diante do cenário varejista atual, que busca uma retomada mais forte nesse segundo semestre em comparação ao primeiro.

De acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de agosto, divulgado no mês de outubro,mostrou que a economia brasileira cresceu em agosto pelo quinto mês consecutivo e apresentou o melhor desempenho em 17 meses. Esse dado, sem dúvida, aponta um direcionamento, mas para vencer a inércia que os mercados vivenciam é preciso ser pragmático.

É nesse sentido que o marketing promocional acaba surgindo como uma solução viável às demandas do mercado, à medida que consegue visualizar tendências, valores de investimento e target de interesse. A capacidade criativa, a qualidade na produção e operações nas ações promocionais para equacionar todas essas questões é que, em geral, determinam o sucesso da ação. Além disso, conhecer as peculiaridades do cliente, os momentos conjunturais econômicos e o comportamento dos consumidores são, sem dúvida, diferenciais que ajudam nessa empreitada.

A necessidade da venda precisa vencer a sensação de incerteza, dando lugar a uma atmosfera sustentável, possível de acontecer e na contramão à retração do consumo. Afinal como disse Sun Tzu, no livro Arte na Guerra: "A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que é abundante".

Fonte: Ampro

Deixe uma resposta