Com tantas opções de redes sociais, em qual delas devo focar minha atenção?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Não são poucas as vezes que escuto a mesma pergunta: com tantas redes sociais disponíveis hoje em dia, em qual delas devo focar meus investimentos de marketing? Em todas?

Com o ritmo alucinado em que surgem novas redes sociais na internet, investir em todas elas significa possuir um orçamento sem restrições. Como esse não é o caso da grande maioria das empresas, é preciso encontrar pelo menos algum critério que permita ordená-las por seu grau importância para os negócios.

Eu já ouvi profissionais de marketing apresentarem as mais variadas sugestões: invista nas redes mais novas, que são as mais modernas e inovadoras, como o Instagram ou Pinterest; invista no Google+ que é a rede do Google, a maior empresa global de internet; invista em redes verticais, isto é, aquelas que focam em um determinado segmento como por exemplo viagens, futebol, cerveja, em vez de redes de massa como o Facebook.

Apesar de todas essas opções terem seu grau de relevância, elas deixam de considerar um fator fundamental: Market Share. Os investimentos de marketing devem ser direcionados para as redes que recebem a maioria dos internautas. Não adianta nada selecionar uma opção que possui muito poucas visitas.

Veja no gráfico a lista das 10 maiores redes sociais entre os usuários de internet no Brasil em abril deste ano. Ela pode ser usada como uma referência inicial para a seleção de onde alocar os investimentos. Se ainda assim ela parecer muito grande, foque nas opções com as maiores visitas. Não se esqueça que o Orkut, apesar de ainda surgir na terceira posição, está em pleno declínio e pode ser desconsiderado. Nesse caso sobram apenas duas redes, Facebook e Youtube. Foque nelas e esqueça das demais, pelo menos até atingir a representatividade desejada. Se ainda assim você se sentir culpado por não alocar nem um centavo nas demais opções, não se esqueça, essas duas redes juntas representam 85% do market share de visitas nas redes sociais do País!

Fonte: Administradores.com

Deixe uma resposta