Identificar e desenvolver talentos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Valorizar o capital humano, desenvolver e reter talentos, esse é o atual discurso das organizações. Adquirir diferenciais competitivos e manter colaboradores motivados e comprometidos com resultado, não são tarefas fáceis.

Recrutar, remanejar e reter profissionais é uma habilidade que demanda muito mais do que a comunicação em entrevista e a destreza nas avaliações curriculares. Exige percepção, conhecimento, ferramentas e técnicas para conduzir processos de gestão e desenvolvimento humano.

Uma pesquisa realizada pela Robert Half, em janeiro de 2013, com 100 diretores de RH brasileiros, apontou os três atributos que mais bem descrevem os profissionais de alto desempenho ou talento. Demonstrou que em primeiro lugar com 54% estão os colaboradores com potencial de desenvolvimento, na segunda posição aparecem habilidade de comunicação e as relações interpessoais com 51%, e em terceiro aparece o foco em resultados com 44%.

Isso demonstra que recrutadores, gestores de RH, líderes e outros profissionais da empresa devem estar preparados para identificar essas habilidades nos profissionais e conduzi-los ao aprimoramento de competências já existentes e no desenvolvimento de novas.

Ainda de acordo com a pesquisa da Robert Half, para desenvolver talentos, 47% das empresas buscam treinamentos personalizados, 41% oferecem oportunidades de promoção, e outros 27% aumentam a exposição e a responsabilidade de trabalho, e ainda 8% não oferecem nenhuma alternativa de desenvolvimento.

O que demonstra que a maioria das empresas busca treinamentos customizados, de acordo com a necessidade do profissional e da empresa, seguida daquelas que enxergam na efetivação de cargo uma opção para reter o profissional, e ainda aquelas que utilizam desafios e responsabilidade como motivação.

Segundo outra pesquisa, divulgada em 2011 pela PwC, sobre retenção de talentos, realizada com 36 empresas de diversos setores da economia, com mais de 2.500 colaboradores, revelou que os atributos mais valorizados na atração de profissionais, são: a busca por um bom ambiente de trabalho, seguido pela busca de aprendizado e desenvolvimento profissional e a procura por oportunidades de crescimento e carreira.

Outros dados revelados pela pesquisa da PwC, foram as ferramentas mais utilizadas na identificação de talentos. Sendo que a avaliação de desempenho por competências é utilizada por 72% dos respondentes, 67% realizam avaliação de desempenho por resultados e metas, seguida de recrutamento interno com 58%.

Identificar, reter, desenvolver profissionais talentosos, e muni-los de conhecimentos, técnicas e de habilidades que melhorem seu desempenho, atendendo as expectativas pessoais e profissionais, é o que o Coaching proporciona às pessoas e organizações.

Sendo em sessões individuais, em grupo, formação padrão ou soluções customizadas, o Coaching é um processo de desenvolvimento humano que conduzirá os profissionais a enxergarem seus reais anseios e necessidades, bem como líderes e gestores a perceberem como e onde trabalhar da melhor maneira suas equipes, oferecendo as estas oportunidades de demonstrarem seus talentos, e sentirem-se motivadas e satisfeitas.

Fonte: administradores.com

Deixe uma resposta