Motivação, segredo do profissional realizado!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando assistimos a uma palestra motivacional não quer dizer que ela terá o efeito necessário. Cada pessoa tem uma reação diferente àquele "estímulo". Quantas vezes ouvimos de pessoas próximas, alguma frase que naquele momento parece ser perfeita? Muitas. Mas pode ser perfeita para mim e não para o colega ao lado, porque o que é um problema sério pra mim, pode não ser tão sério para ele.

A quantidade de frases e termos que ouvimos com a intenção de melhorar a autoestima, e nos motivarmos a seguir em frente, é absurda. Se fizermos uma pesquisa sobre este tipo de material, como este que estou escrevendo, verão que há frases para todos os tipos de pessoas, que falam de amizade, sucesso, trabalho, força, energia etc. Mas a verdadeira motivação é aquela que surge no limiar entre o estímulo externo e o desejo interno de prosperar e seguir em frente.

As empresas podem implementar centenas de projetos para motivar seus funcionários, mas se eles simplesmente não possuem um "motivo" interno, nada do que for feito irá atingi-los efetivamente. E você deve estar se perguntando: mas qual a receita para me automotivar então? O grande problema é que não tem receita, mas vou contar o que eu faço e que de repente pode servir pra você.

Tente ouvir aqueles que te querem bem, que são sinceros. Muitas vezes não enxergamos nossas próprias qualidades e ouvir as pessoas ao nosso lado pode ser um bom exercício para nos enxergarmos melhor. Pessoas com boa autoestima costumam ter motivação para prosperar. Além disso, penso no apoio incondicional da minha família. Isso me dá um gás tremendo para continuar batalhando. Pode parecer que eles não se importam, que não ligam, mas sempre estarão lá quando você precisar.

Amigos… Podem chamar de colegas, conhecidos, do que quiser, mesmo que você possa contar com apenas alguns, estes com certeza valerão por muitos. Ser motivo de orgulho para aqueles que riem de suas piadas, mesmo quando não são engraçadas, vale a pena. Principalmente para os que são sinceros ao dizer que você está com uma cara péssima e ouvem quando você precisa desabafar, falam quando você precisa ouvir, ligam quando parece que te esqueceram, mas que nunca se esquecerão dos momentos em que você também foi sincero, que ouviu e que falou o que ele queria ouvir.

A motivação também pode vir de uma música, de um filme, de uma lembrança boa, de uma amizade antiga, de um gesto de uma pessoa que você acabou de conhecer e pode servir pra você. Só depende do quanto você está "aberto" a reconhecer possíveis erros, reconhecer as pessoas que estão ao seu lado e que te querem bem, respirar fundo e seguir em frente. Busque aquilo que te inspira, que te faz bem, ouça a música que você gosta, faça algo para você, que te deixa feliz e pense no que você quer e como será o sentimento quando você conseguir. Assim você conseguirá!

José A. de Paula Prado é sócio-diretor do escritório Machado Design e atua como consultor nas áreas de marketing, vendas, design e no terceiro setor.

Fonte: ClienteSA

Deixe uma resposta