O que os gestores de marketing precisam saber sobre finanças

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Sabemos que o setor financeiro nunca foi muito “amigo” do marketing, mas as empresas que possuem marqueteiros com conhecimento na área de finanças consegue unir, pelo menos em alguns projetos, esses dois setores.

Empresas que não gozam de capital circulante líquido abundante têm um setor financeiro carrancudo nas análises dos projetos de marketing. Os marqueteiros por muitas vezes têm os seus projetos recusados ou remendados por não passarem segurança em números para o setor financeiro, a palavra muito famosa nesse caso é payback. Traduzindo para o português, “pagar de volta”. E é exatamente o que este critério avalia, o tempo que uns investimentos levam para pagar de volta ao investidor o investimento inicial.

Não estou dizendo aqui que o gestor de marketing tem que entender perfeitamente de finanças ou que venha substituir funções desses profissionais. Mas não restam dúvidas que devem ter o conhecimento para planejar melhor seus projetos, para mensurar seus projetos no impacto que os mesmos vão causar na saúde financeira das empresas, positivas ou não. Assim, o papel é ter em mente, todo o tempo, que o objetivo do seu projeto de marketing será de criar maior riqueza para os acionistas – proprietários – da empresa. Logo, os gestores de marketing devem ter suas ideias baseadas em números, para conseguir através de argumentos numéricos convencer gestores de finanças que seus projetos são viáveis financeiramente. Podendo, se basear, em pesquisas de marketing bem realizadas – que também não são baratas, mais argumentos (risos).

Normalmente, os números apresentados devem guardar certa coerência com as premissas do projeto. Que, por muitas vezes, são ignorados pelos gestores de marketing por simplesmente acreditar demais na sua ideia, apenas por intuição. Assim, podemos dizer que o papel dos gestores de marketing nas finanças é transmitir em números tudo aquilo que normalmente é feito em linguagem corrente. Estratégias, táticas, fundamentadas em números tornam um projeto com todas as chances de obter sucesso na sua empreitada, afinal, todo projeto deve buscar a criação de riqueza para os proprietários das empresas.

Fonte: Administradores.com

Deixe uma resposta