Passaporte para Sampa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O governo do Estado de São Paulo vai lançar um passaporte turístico para 67 estâncias paulistas. Em busca de turistas nas quatro estações, São Vicente lançou o primeiro passo desse programa. Trata-se de um instrumento de divulgação que premiará com brindes as pessoas que visitarem três pontos turísticos da cidade até abril do ano que vem.
De acordo com o Secretário estadual de turismo, Márcio França, o passaporte estadual está em fase de licitação e será lançado no segundo semestre. "As pessoas receberão selos para colar em um passaporte conforme forem consumindo em restaurantes, hotéis e agências turísticas dessas cidades. Quando completar R$ 1.000, poderá trocar por um brinde", diz o secretário, que por duas vezes foi prefeito de São Vicente.
Inicialmente, serão confeccionados 200 mil passaportes em todo o Estado, com distribuição nos pedágios e na rede credenciada. "Quem vai indicar os estabelecimentos que estarão credenciados para dar os selos são as prefeituras, sempre atendendo critérios estabelecidos pela Secretaria de Turismo", explica França, lembrando que em um segundo momento o benefício deverá ser estendido a todos os municípios de São Paulo.
Segundo França, os brindes serão oito tipos de miniaturas de animais da fauna estadual, de jesuítas e de bandeirantes. "Também vamos mandar fazer 200 mil bonecos", disse ele, explicando que o projeto teve investimento entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões, mas que o retorno esperado em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços é de R$ 36 milhões.
LITORAL
Em São Vicente, o investimento no passaporte municipal foi de R$ 20 mil, sendo custeado pela iniciativa privada através de publicidade no próprio impresso, que também contém informações e fotos de dez pontos turísticos da cidade da Baixada Santista.
Em seis desses pontos, o turista recebe um carimbo comprovando sua visita. Com três carimbos, troca o passaporte por um brinde no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa, Centro). Os prêmios são suvenires, como um baralho com fotos da cidade ou uma caixinha de biscoitos da sorte.
A princípio, foram confeccionados 5.000 passaportes para serem distribuídos principalmente nos hotéis e pousadas de São Vicente. Esses passaportes deverão ser carimbados até abril, quando a prefeitura lançará um novo lote. "O passaporte não tem tempo, São Vicente é uma cidade turística, portanto precisa receber turistas o ano inteiro", afirmou o prefeito, Tércio Garcia (PSB).

Deixe uma resposta