Promoção: como agregar valor aos brindes?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em época de crise e diante da necessidade de alavancar vendas, as empresas lançam mão das promoções com a distribuição de brindes para impactar públicos de interesse, por meios qualitativos. Esse comportamento do mercado de consumo e serviços, válido para vários segmentos econômicos, fez surgir uma especialidade: agências com atuação na criação e definição de brindes com valor agregado, atraentes e alinhados à identidade da marca.

“O brinde precisa atender três premissas básicas: exclusividade, viabilidade e tempo de produção”, explica Fernanda Lancellotti, sócia-diretora da agência Dreams Arquitetura de Ideias.

A exclusividade é trabalhada a partir do desenvolvimento de peças únicas, que estejam absolutamente alinhadas com o caminho criativo de uma campanha publicitária, com o conceito de marca a ser comunicado e o público a ser presenteado.

Diante de orçamentos apertados, a viabilidade e o timing são outros aspectos essenciais. “A Dreams já foi chamada, inúmeras vezes, para solucionar projetos nos quais o custo do brinde impedia que a ação promocional fosse realizada. Vale lembrar ainda, que o orçamento é impactado pelo prazo de produção”, destaca Fernanda.

Para diminuir os riscos, o planejamento promocional permite melhores negociações e ideias mais irreverentes e criativas saem do papel. Quem atua nesse segmento tem sempre um desafio pela frente: criar um brinde com valor agregado com uma verba pequena, pois, em muitos casos, a maior parte do orçamento vai para a campanha publicitária.

“O primeiro e mais importante passo é entender com quem a marca estará falando, quem serão os presenteados. O segundo passo é trabalhar com a exclusividade, tornando o produto uma peça única, mesmo que para isso tenhamos que fazer uma releitura do que já existe”, avalia Marcelle Comi, sócia-diretora da Dreams.

Por fim, não podemos abrir mão da criatividade, do fator surpresa. “Com orçamentos reduzidos, geralmente, utilizamos peças mais conceituais do que práticas. Por incrível que pareça, essa estratégia gera um recall enorme”, completa Marcelle.

Por Socci Comunicação

Fonte: Dreams – www.dreamsideias.com.br

Deixe uma resposta