Resiliência: o que é?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Resiliência, talvez você já tenha ouvido falar nesse termo, ou talvez nunca, mas com certeza você já precisou dele. Esse termo vem da física, alguns materiais acumulam energia e mesmo quando submetidos a estresse não sofre rupturas, devido a estar dotado desta propriedade, a resiliência.
E o que isso a tem ver conosco? Tudo, a palavra resiliência foi emprestada da física para o mundo corporativo e hoje é um diferencial em qualquer área dentro do mercado de trabalho.

Um profissional resiliente, é aquele individuo capaz de se adaptar a mudanças e a situações adversas sem perder o controle das suas emoções, característica cada vez mais exigida em um mercado de constante mudança e cada vez mais rara.

Elencamos algumas dicas que irão te ajudar a aprimorar essa característica, lembrando que a o hábito nos tornará excelente naquilo que queremos fazer, como diria Aristóteles, com outras palavras.

1) Reconheça seus pontos fracos:

Quando entendemos quais são os nossos pontos fracos conseguimos saber até onde podemos ir nas situações de estresse. Infelizmente, na maioria das vezes não admitimos para nós mesmos os nossos defeitos e traímos a nós mesmo, nos colocando no nosso limite.

2) Assuma os problemas de frente:

Não adianta fugir, os problemas existem e eles aparecem na nossa frente, adiá-los ou "empurrar com a barriga", como diz a linguagem popular, não é a solução, o resultado é que eles ficaram ainda maiores e mais urgentes.

3) Selecione o que realmente é problema:

Um dos problemas que enfrentamos em situações de estresse é que começamos a superdimensionar todas as coisas, trazemos todos os pequenos problemas que existem para somar ao que estamos procurando resolver.

Na hora da adversidade é preciso focar e procurar resolver um problema por vez, de outra forma ficaremos eternamente arranjando sempre novos problemas.

4) Respire fundo:

Sair por alguns minutos da sala, visitar um amigo, deitar um pouco, ler uma revista, não significa que você está ignorando o problema, existe uma diferença entre procrastinar e desopilar, quando procrastinamos, adiamos incessantemente os problemas, como se eles fossem sumir automaticamente, a idéia de desopilar é sair do centro do problema por alguns instantes para que o cérebro e o corpo possa relaxar e voltar com energia para solucionar as situações de estresse.

5 ) Trace metas

Quando temos metas bem definidas sabemos exatamente o que priorizar na hora do stress e principalmente quando estamos motivados por um objetivo certo, conseguimos focar nas metas sem se perder com os primeiros problemas que aparecem.

6) Peça ajuda

Procure se cercar de pessoas competentes e amigas, o sentimento de solidão é um grande acentuador dos momentos de stress, além disso, as pessoas ao seu redor podem ter as respostas que você precisa. Talvez o seu problema seja algo que só você pode resolver, mas um amigo com uma boa conversa sempre ajuda na hora de recarregar as energias.

A resiliência é uma das mais difíceis características exigidas de um bom profissional, só o exercício diário nos ajudará nestes momentos, portanto vamos praticar a resiliência, como diria aquela velha canção, "levanta, sacode a poeira e dar a volta por cima".

Fonte: Administradores

Deixe uma resposta