Empresas investem em brindes ecológicos em Bauru, SP

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Ideias sustentáveis têm sido utilizadas dos presentes de final de ano.
Os brindes são entregues aos funcionários e clientes.

Presentear clientes e funcionários com brindes no fim do ano é normal, mas a forma como isso é feito tem mudado. Em muitas empresas de Bauru, no interior de São Paulo, as simples canetas, calendários e agendas ganharam um toque de sustentabilidade.
Nos cartões, corações de papel reciclado e sementes para serem plantadas. De garrafas pet surgiram saquinhos de lixo para o carro, e também as sacolas ecologicamente corretas. A fabricação é personalizada a pedido das empresas, para presentear clientes e funcionários. Para a criadora, um desafio é tornar as lembranças atraentes para realmente serem usadas.
"Além de ter um produto com reaproveitamento de garrafa pet, uso de sementes, mas sempre se preocupando com a utilização desse produto. Eu trabalho com empresas desde grandes corporações, bancos, entidades educativas, como faculdades, como também com profissionais liberais, que querem presentear o seu cliente de uma forma mais emocional possível. Realmente como um agradecimento", explica a empresária Carla Mota.
Levar uma garrafinha para o trabalho pode economizar centenas de copos descartáveis. E foi nisso que uma empresa pensou ao comprar as lembranças de fim de ano. Também encomendou sacolas reaproveitáveis.
"Você está lembrando do seu funcionário no fim do ano e aproveitando pra deixar bastante forte essa questão da responsabilidade socioambiental. Ele lembra, ele anda com o produto no carro, ele vai aos mercados, enfim, ele está divulgando a marca nos lugares aonde ele vai". Eric Garms de Oliveira, vice-presidente da empresa.
Se o brinde for o tradicional calendário, o papel pode ser reciclado, como em banco da cidade. "A gente acha que com o calendário a gente pode motivar também mais pessoas, mais empresas a se voltar mais ainda para a sustentabilidade do planeta, pra aproveitar melhor os nossos recursos naturais e proporcionar até geração de emprego e renda para as pessoas que vivem disso”, afirma Geraldo Luis Machado de Oliveira, superintendente regional da Caixa Econômica Federal.
Em outra empresa da cidade, o bambu foi o material escolhido para os kits de fim de ano. Ele tem sido divulgado como a madeira do futuro e essa ideia de sustentabilidade faz parte até das mensagens de fim de ano que os clientes e funcionários estão recebendo. "Porque o bambu é um forte aliado no combate ao aquecimento global e passar essa mensagem para os funcionários em forma de presente a gente achou muito interessante”, explica o gestor de Recursos Humanos da empresa. São dois brindes diferentes: uma bandeja para petiscos e um kit para preparar caipirinha.

Fonte: G1 Bauru e Marília

Deixe uma resposta