Feliz planejamento para o Natal

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Assim como a Coca-Cola, durante o mês de outubro, empresas de todos os portes estão preparando suas campanhas de fim de ano. Na maioria das vezes, essas campanhas são dirigidas para consumidores finais; fornecedores e funcionários, sendo que a maioria delas inclui o oferecimento de brindes, verdadeiros presentes de boas festas. Portanto, tanto para quem compra como para quem vende brindes, agora é a hora de planejar e investir. O Portal e o Guia Bríndice são dois veículos importantes para todos que vão festejar os bons resultados das campanhas de fim de ano.

Os objetivos das campanhas natalinas variam de acordo com os públicos: propaganda de produtos/serviços; promoção; fidelização; incentivo; reconhecimento/agradecimento. Uma das marcas que sempre investiu em comunicação nesta época do calendário publicitário/promocional é a Coca-Cola. A marca internacional sempre primou por fixar a imagem de marca por meio das mais diversas ações mercadológicas.

Ao longo dos últimos 70 anos, a Coca-Cola tem recebido o crédito de ter criado a mais conhecida imagem de Papai Noel: um homem branco, idoso, de bochechas rosadas, vestido em roupas vermelhas com detalhes brancos. Porém, a primeira imagem de Papai Noel foi criada por volta de 1822. Até essa data, Noel era representado pela figura de São Nicolau, graças ao poema The Night Before Christmas (A Noite da Véspera de Natal), do professor americano Clement Clark Moore.

Em 1851, o cartunista Thomas Nast, baseado na descrição do poema de Moore, publicou a imagem de Papai Noel nas capas da revista americana Harper’s Weekly. Mesmo tendo desenhado o "bom velhinho" em preto e branco, conseguiu popularizar a imagem. As cores vermelha e branca atribuídas às roupas do Papai Noel foram publicadas somente em 1931, quando o artista Haddon Sunblom criou uma campanha publicitária de inverno para a Coca-Cola. Com o objetivo de conquistar o público jovem, os anúncios exibiam a imagem com traços muito próximos aos desenhos de Nast, porém com um diferencial importante: as cores da marca Coca-Cola foram estrategicamente atribuídas à imagem do protagonista da campanha. Assim, a imagem mais conhecida e admirada de Papai Noel ficou associada às campanhas natalinas da Coca-Cola e tornou-se popular e conhecida no mundo inteiro.

Em 2011, a Coca-Cola está comemorando 125 anos. A campanha institucional veiculada durante o primeiro semestre trabalhou com os mais caros valores para a humanidade, confirmando a ideia de que existem razões suficientes para acreditarmos num mundo melhor. A assinatura do filme revela o aspecto institucional da marca: "Existem razões para acreditar. Os bons são maioria. Coca-Cola, 125 anos abrindo felicidade". A partir desse conceito, e como sempre, o público aguarda a campanha natalina 2011, que muito provavelmente seguirá com o mesmo conceito da campanha comemorativa.

A marca também esteve presente no Rock in Rio, assinando uma cota de oferecimento do festival, nos intervalos da Rede Globo. Paralelamente, a campanha promocional "Mega Copo Coca-Cola & Rock in Rio" convidou o consumidor a juntar três tampinhas metálicas verdes ou três anéis verdes de lata, somar a quantia de R$3,00 e trocar por um copo exclusivo Coca-Cola & Rock in Rio. São quatro copos para colecionar, enquanto Papai Noel grava os filmes de Natal que serão veiculados nas telinhas e telonas. Lendas à parte, sempre é bom acreditar que o "bom velhinho" é a representação dos nossos mais íntimos desejos de sucesso. Afinal, já estamos em outubro: o mês considerado o termômetro de previsão de vendas tanto para fornecedores como para compradores de brindes para campanhas de fim de ano.

Fonte: Mundo das marcas

Deixe uma resposta