NÃO TENHO FORMAÇÃO. NÃO TENHO EXPERIÊNCIA. QUERO UM EMPREGO. E AGORA?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Final da faculdade, currículo na pasta e começa a peregrinação. O início de toda carreira profissional costuma tenso, amedrontador e cheio de desafios. Tenso porque você é um recém formado, não tem lá tanta experiência no assunto. Amedrontador porque você não sabe o que esperar daquilo ou como vai ser seu desempenho no emprego. E cheio de desafios porque diariamente parece que precisamos vencer uma guerra.

O medo é normal e compreensível; até os mais experientes precisam respirar novos ares, mudar de emprego, crescer ou jogar tudo pro alto e começar uma nova carreira. Ocorre que no meio dessa multidão que busca uma vida profissional melhor existe uma pessoa com um medo que parece ser maior que o seu: a sem experiência nenhuma.

E na ânsia de conseguir um emprego – afinal, ninguém vive só de amor – envia currículo para qualquer empresa pedindo vaga em qualquer área, com a justificativa de que é capaz de aprender qualquer coisa. Não posso condenar a pessoa (nem a atitude) de quem busca por emprego, mas algumas vezes isso pode parecer desespero. Embora essa realidade tenha melhorado bastante, a maioria das empresas ainda busca por profissionais com alguma experiência. Por outro lado, não há como adquirir experiência profissional se as empresas não derem oportunidade para isso.

As vantagens em dar oportunidade aos pouco experientes são muito bem descritas aqui e aqui. As organizações com visão mais ampla conseguem enxergar neste profissional um vaso a ser moldado de acordo com as políticas e características da empresa.

Se você não possui formação superior, técnica ou tecnológica e, além disso, não tem experiência em nada, procure uma maneira de fazer cursos gratuitos. Vá até instituições, converse sobre bolsa de estudos, argumente, mas procure um embasamento teórico para que seu diploma seja mais que um papel pregado na parede da sala para acumular poeira e dar orgulho a seus pais.

Saiba que há muitos profissionais bons que nunca fizeram uma faculdade na vida. Começaram do chão, ralando, sentindo aquele mesmo medo e sensação de guerra que citei no início. E hoje estão bem posicionados, são donos de grandes, médias ou pequenas empresas. Profissionais que, como dizem, se formaram na escola da vida e são reconhecidos por isso, a exemplo de Jussier Ramalho, palestrante de renome.

Por mais desesperado que você esteja, não deixe que isso transpareça no seu e-mail pedindo vaga para “qualquer coisa”. Avalie suas características, seus pontos fortes; tente definir em que tipo de área você acha que se encaixaria e trabalharia melhor; converse com pessoas que já estão posicionadas no mercado e peça conselhos. Valorize-se desde cedo como profissional, ainda que você não seja um por formação. Por fim, saiba que todos nós nascemos para trabalhar em alguma coisa, mas alguns demoram um pouco mais a identificar qual é a sua área e o que realmente gostam de fazer.

Se você não tem curso nem experiência, continue na batalha, jamais mostre desespero e nem pense em desistir. Se você é um recém formado, tem pouca ou nenhuma experiência, os conselhos são os mesmos, porém um em especial: cuidado com o ego de recém formado. Ele pode matar você e seu profissionalismo.

E o mais importante: esteja sempre disposto a aprender.

fonte: www.pontomarketing.com

Deixe uma resposta